GEÓRGIA E ARMÉNIA: TESOUROS DO CÁUCASO 02SET a 09SET.24





02 SET a 09 SET 24 | 8 dias
Partidas:

LISBOA

1758€
Preço desde

Itinerário Download PDF


Descubra dois dos países mais antigos do mundo numa viagem só! A Geórgia e a Arménia são dos primeiros países cristãos do mundo. Situados num importante cruzamento entre a Europa e a Ásia, ambos países oferecem uma herança cultural única e em que as tradições de hospitalidade e a culinária são afamadas. 
Georgia, o berço do vinho, e a Arménia com o seu imponente Monte Ararat são dois países de grande diversidade cultural, múltiplas religiões, paisagens de imensurável beleza natural, antigas cidades fortificadas, mosteiros cristãos, igrejas escavadas na rocha e templos helénicos.
Entre as marcas da Rota da Seda de Marco Polo, na Geórgia, e ter sido na Arménia, onde segundo a tradição judaico-cristã, após o dilúvio, encalhou a Arca de Noé visitaremos vários legados distinguidos como Património Mundial da UNESCO.
Independentemente da sua motivação ou espírito aventureiro, embarque connosco numa viagem apaixonante que o irá surpreender!
 
1º DIA - CIDADE DE ORIGEM | TIBLISSI
Comparência no aeroporto para formalidades de embarque e partida com destino a Tiblissi, em voo regular da Turkish Airlines com escala. Chegada à capital da Georgia, Após os procedimentos de alfândega, transfer e check-in em hotel de 4*. Alojamento.
 
2º DIA - TBILISSI 
Pela manhã iniciamos a excursão por Tbilisi. A capital tem uma história longa e fascinante. Foi fundada no século VI por Vajtang Gorgasali, rei da Ibéria (não confundir com a nossa Península Ibérica). O rei estava caçando com seu falcão naquelas florestas e, após caçar um pássaro, a ave de rapina caiu em uma fonte termal e morreu escaldada. O monarca encarou o incidente como um sinal divino e decidiu fundar ali a sua capital. É por isso que tbili, em georgiano antigo, significa água quente. Devido às suas fontes benéficas de água mineral, a capital rapidamente se tornou a cidade mais importante do Cáucaso. Nos séculos XII e XIII, Tbilissi foi o centro político, económico e cultural mais poderoso da Ásia Central. A Rota da Seda, que atravessou a Geórgia, transformou a cidade na ponte mais importante entre a Europa e a Ásia. No entanto, árabes, Khorezmites (dinastia muçulmana sunita de origem mameluca), mongóis, persas e russos penetraram nas suas muralhas. A cidade sofreu cerca de trinta saques e outras tantas reconstruções. Aos trabalhadores georgianos não falta, por isso, determinação e fé. Começamos com a visita à fortaleza de Narikala, do século IV, com as suas casas de madeira com varandas decoradas, com os banhos de enxofre que foram visitados por famosos escritores, poetas, compositores e até reis. A cidade antiga impressiona pela mistura de culturas. Aqui mesquitas, sinagogas, igrejas arménias e católicas coexistem com igrejas ortodoxas georgianas numa harmonia invejável. Visitaremos também os banhos de enxofre, a igreja Meteji dos séculos XII-XIII, dentro da qual se encontra o túmulo de São Shushanik (século V). Depois a Catedral da Santíssima Trindade ou Tsminda Sameba, construída entre 1995 e 2004. É a terceira catedral ortodoxa mais alta do mundo. Almoço em restaurante tradicional. À tarde visitaremos o Museu Nacional da Geórgia, onde poderá ver o tesouro do mítico reino georgiano da Cólquida. Jantar em restaurante tradicional. Alojamento. 
 
3º DIA - TBILISSI | MTSJETA | GORI | TBILISSI 
De manhã visitaremos Mtskheta, a antiga capital da Geórgia, que fica a 20 km de Tbilissi. Os cientistas datam a cidade do segundo milénio AC. Mtskheta foi a capital do Reino da Ibéria, entre o século 500 AC. até 500 DC Os georgianos aceitaram o cristianismo no início do século IV, tal como os arménios, cerca de vinte anos antes de Roma. A cidade e os seus monumentos arquitetónicos estão incluídos na lista do Património Cultural Mundial da UNESCO. Visitamos o Mosteiro de Jvari (“cruz” em georgiano), do século VI, localizado no topo de uma colina de onde se abre uma esplêndida vista sobre a cidade de Mtskheta e a confluência de dois rios, Aragvi e Mtkvari. Depois visitaremos a atual cidade de Mtskheta e a Catedral Svetitsjoveli do século XI, uma obra-prima da arquitetura georgiana da sua Idade de Ouro. Depois viajaremos para Gori, onde visitaremos a casa-museu do ditador Stalin. Almoço em restaurante tradicional. À tarde regressamos à capital. Jantar em restaurante tradicional. Alojamento. 
 
4º DIA - TBILISSI | TSINANDALI | TELAVI | ALAVERDI | TBILISSI
Visita à região de Kakheti, famosa pela sua variedade de vinhas e de vinho. Visitaremos a aldeia de Tsinandali, para ver uma elegante casa de madeira, que foi residência de Alexander Chavchavadze, um nobre do século XIX que desempenhou um papel importante na vida cultural, intelectual e política da Geórgia. Hoje a casa é um museu, que contém uma impressionante adega e está rodeada por um extenso e exuberante parque.
Almoço em restaurante em Telavi. Mais tarde visitamos a Catedral de Alaverdi, do século XI, uma obra-prima do século XX da época dourada da Geórgia. À tarde regressamos à capital. Jantar em restaurante tradicional. Alojamento em hotel no centro de Tbilissi.
 
5º DIA - TBILISSI | SADAJLO | LAGO SEVAN | EREVAN 
De manhã iniciamos a viagem até a fronteira com a Arménia, a cerca de 70 km. Na fronteira mudança de guia e veículo. Formalidades assistidas pelo guia INATEL. Descrito como uma “obra-prima da arquitetura religiosa e um importante centro de aprendizagem na Idade Média”, o Mosteiro de Haghpat (UNESCO) é uma instituição venerável da Igreja Apostólica Arménia. O mosteiro foi várias vezes danificado, sofrendo numerosos ataques das forças armadas ao longo dos séculos da sua existência e um grande terramoto em 1988. Apesar disso, hoje o complexo ainda está intacto. Almoço. É um pedaço de céu azul que caiu entre as montanhas. Foi assim que o escritor russo Maxim Gorky descreveu o Lago Sevan, que se eleva a mais de mil e novecentos metros acima do nível do mar com suas águas puras e doces. É o maior lago da Arménia (e o segundo lago mais alto do mundo a seguir ao lago Titicaca no Perú). Visita ao Mosteiro Hayravank, fundado no século XIII. Daqui contemplaremos uma vista espetacular do lago. Chegada a Yerevan. Alojamento em hotel de 4*.
 
6º DIA - EREVAN | ECHMIATSIN | ZVARTNOTS 
Yerevan é a capital da República da Arménia, bem como a maior cidade do país. É uma das mais antigas do mundo. A sua fundação remonta ao século 782 AC. e tinha o nome de Erebuni. Aqui encontraremos valores históricos e culturais que possuem vida secular. No nosso passeio terá a oportunidade de conhecer os dois corações da cidade – Praça da República e Praça da Ópera, depois subir ou descer a Cascata, que hoje foi convertida em museu ao ar livre, incluindo também o Museu Cafesjian de Arte Contemporânea. Durante a Primeira Guerra Mundial, a Arménia sofreu uma das páginas mais sangrentas e dolorosas da sua história – o Genocídio Arménio de 1915. Hoje, quando se passou o centenário do massacre genocida perpetrado contra os Arménios do Império Otomano pelo governo “Jovens Turcos”, apenas 22 países reconheceram essa tragédia. Em Yerevan, um recanto muito especial para todos os arménios, está localizado o parque memorial e museu dedicado às vítimas do Genocídio. Todos os anos, no dia 24 de Abril, milhares de pessoas visitam o memorial para prestar homenagem aos seus antepassados. O grande complexo monástico de Echmiatsin, que é atualmente a sede de todos os Arménios Apostólicos, é composto por vários edifícios que datam dos séculos IV-XVII. A Arménia foi o primeiro país a adoptar o Cristianismo como religião oficial em 301 DC. A Catedral de Etchmiatsin é o edifício cristão mais antigo do mundo. A sua primeira construção data de 303, mas foi reconstruída repetidamente durante a sua vida secular. A catedral tem os melhores exemplos de escultura cristã arménia. Santa Echmiatsin possui três relíquias: a Lança Sagrada, a mão de São Gregório e a madeira da Arca de Noé. A igreja de Saint Hripsime data de 618. Embora tenha sido, tal como a Catedral de Saint Echmiatsin, restaurada no século XVII, mantém o seu aspeto original, um claro testemunho da arquitetura arménia. Almoço em restaurante. A Catedral de Zvartnots (“anjos celestiais” em arménio) é uma catedral circular em ruínas do século VII. Zvartnots existiu até o final do século X e foi destruída por um terremoto. As ruínas deste magnífico templo permaneceram enterradas até que os seus vestígios foram descobertos no início do século XX. Juntamente com as igrejas e a Catedral de Echmiatsin, Zvartnots foi adicionado à lista do Património Mundial da UNESCO em 2000. Jantar em restaurante tradicional com espetáculo de folclore. Alojamento.
 
7º DIA - EREVAN | GARNI | DILIJAN | SADAJLO | TBILISSI 
De manhã partida para o templo Garni, um dos únicos edifícios pagãos preservados na Arménia. O estilo helenístico, os banhos romanos, a paisagem envolvente e o som do “duduk” (a flauta de damasco – instrumento musical típico arménio) deixam o visitante feliz e sem palavras. O templo pagão de Garni remonta ao século I dC. Possui um peristilo composto por 24 colunas jónicas e a cela, que simbolizam as 24 horas do dia. Almoço numa casa local onde veremos a cozedura do pão arménio “lavash” no forno subterrâneo “tonir”. Seguimos para o nordeste do país, onde fica a cidade termal de Dilijan, famosa pelo seu Parque Nacional de Dilijan, muito conhecido pelas suas paisagens florestais, nascentes de água mineral-medicinais, monumentos culturais e naturais. Seguimos depois para a fronteira da Arménia - Geórgia, em Sadakhlo. Formalidades fronteiriças, mudança de guia e motorista, acompanhadas pelo guia acompanhante INATEL. Jantar de despedida em restaurante tradicional. Transfer para o hotel. Alojamento até à hora de partida para o aeroporto.
 
8º DIA: TBILISSI | CIDADE DE ORIGEM 
Formalidades de embarque acompanhadas pelo assistente INATEL. Embarque em voo , com escala, da Turkish Airlines com destino a Portugal. Noite a bordo. Chegada. 
 
Mínimo de 26 participantes
 
Hotéis previstos de 4* (ou similares):
Tiblissi: Hotel Museum Hotel Orbeliani 4* https://museumhotel.ge/en   
Erevan: Ani Plaza 4* https://anihotel.com/
 
Voos previstos (sujeitos a alterações) com saída de Lisboa: 
TK1760   02SEP   LISIST   1625 2310 (duração aproximada de 4h45m)
TK 376    03SEP  ISTTBS  0220 0545 (duração aproximada de 2h20m)
TK 377   09SEP  TBSIST  0520 0650 (duração aproximada de 2h30m)
TK1759  09SEP  ISTLIS  1215 1520 (duração aproximada de 4h55m)
 
Notas: O programa poderá sofrer alterações por motivos alheios à Fundação INATEL. Obrigatório Passaporte com validade mínima de 6 meses após a data de regresso, cuja fotocópia nos deve ser enviada previamente. 

 

Inclui


  • passagens aéreas Lisboa | Istambul | Tiblissi e Tiblissi | Istambul | Lisboa, em voo regular da Turkish Airlines com direito a bagagem de porão (até 20 Kg) e de mão (até 5Kg); 
  • taxas de aviação de Lisboa (300€);
  • 7 noites de alojamento em hotéis de 4*;
  • 12 refeições: 6 almoços e 6 jantares;
  • circuito em autocarro; 
  • água mineral durante os transferes; 
  • bebidas às refeições: água, café e chá;
  • workshop de pão arménio “lavash”;
  • guia local em espanhol;
  • visita panorâmica de Tiblissi, Mtskheta, região de Kakheti, Lago Sevan, Erevan, Dilijan; 
  • entradas: fortaleza de Narikala, banhos de enxofre, a igreja Meteji,  Catedral da Santíssima Trindade ou Tsminda Sameba, Museu Nacional da Geórgia, Mosteiro de Jvari, Catedral Svetitsjoveli, casa-museu de Stalin, casa-museu de Alexander Chavchavadze, Catedral de Alaverdi, Mosteiro de Haghpat, Mosteiro Hayravank, Catedral de Etchmiatsin, Catedral de Zvartnots, templo Garni;
  • guia acompanhante INATEL;
  • seguro de viagem.

 

Não inclui


  • taxa de reserva (10€);
  • bebidas alcoólicas; 
  • vistos para Geórgia e Arménia (não necessário para cidadãos europeus)
  • quaisquer serviços não mencionados como gorjetas, telefonemas, etc.;

Locais partida


LISBOA

Condições Gerais


RESUMO: 
A combinação de serviços de viagem que lhe é proposta constitui uma viagem organizada nos termos do Decreto-Lei nº 17/2018, de 08 de março. A inscrição em qualquer destas viagens implica a adesão total às condições abaixo mencionadas. 
 
ORGANIZAÇÃO
A organização das viagens é da INATEL Turismo (marca registada da Fundação INATEL), com sede na Calçada de Sant’Ana, n. º180, Lisboa, contribuinte fiscal no 500 122 237, RNAVT nº 2954.
 
RESPONSABILIDADE 
A Fundação INATEL é responsável pela correta execução de todos os serviços incluídos no contrato de viagem. Nas viagens organizadas, a INATEL é responsável perante os participantes, ainda que os serviços sejam executados por terceiros, e sem prejuízo do direito de regresso, nos termos gerais aplicáveis. A INATEL não é responsável por erros na reserva que sejam imputáveis ao participante ou que sejam causados por circunstâncias inevitáveis e excecionais. É da exclusiva responsabilidade dos participantes a correta informação e a verificação dos nomes constantes na reserva, os quais deverão corresponder aos documentos de identificação, bem como a conferência dos documentos da viagem. 
 
 
PAGAMENTOS | TAXA DE RESERVA
Todas as reservas apenas serão consideradas efetivas após a sinalização ou liquidação dentro dos prazos estabelecidos. 
No ato da inscrição deverá ser pago 40% do valor total da viagem acrescido da taxa de serviço de reserva no valor de 10€, e o restante pagamento 60 dias antes da data de partida. 
Portal de viagens INATEL – Todas as reservas efetuadas no portal estão isentas da taxa de serviço de reserva, obrigando a uma sinalização de 40% do total da viagem no ato da reserva e ao pagamento total 60 dias antes. 
A INATEL reserva-se o direito de anular qualquer inscrição cujo pagamento não esteja em conformidade com o exposto ou quando existam razões justificadas.
 
SEGURO
Os participantes nas viagens organizadas pela Fundação INATEL encontram-se garantidos por seguro de responsabilidade civil, nos termos da legislação em vigor. Adicionalmente, os participantes estão cobertos por um seguro de acidentes pessoais, de acordo com as condições da respetiva apólice. Consulte as garantias de proteção previstas na sua viagem. No ato de inscrição o participante pode solicitar o alargamento da cobertura do seu seguro de viagem para riscos extra e adicionais que considere relevantes (cancelamento de viagem; perda ou extravio de bagagem, e outros), suportando os encargos correspondentes. 
 
ALTERAÇÕES
Todas as alterações às reservas confirmadas inicialmente, (retificação de nomes, datas, tipo de alojamento, viagem ou outra), implicam uma taxa de alteração de reserva de 10 €, acrescida dos encargos que a alteração origine junto dos fornecedores.
 
RESCISÃO DO CONTRATO PELO PARTICIPANTE 
O participante pode rescindir o contrato da viagem, a todo o tempo, antes do início da viagem, assumindo a responsabilidade pelo pagamento da taxa de rescisão, justificável, estabelecida no contrato ou na ausência desta informação, o pagamento do preço da viagem, deduzido dos encargos resultantes da anulação ou reafectação dos serviços da viagem. No caso de desistência de um participante em quarto duplo, o suplemento de quarto individual deverá ser suportado pelo participante que mantém a reserva.
 
DESPESAS DE CANCELAMENTO
O participante pode rescindir o contrato da viagem, a todo o tempo, antes do início da viagem, assumindo a responsabilidade pelo pagamento da taxa de rescisão, estabelecida no contrato ou na ausência desta informação, o pagamento do preço da viagem, deduzido dos encargos resultantes da anulação ou reafectação dos serviços da viagem. Quando seja caso disso, o participante será reembolsado pela diferença entre a quantia paga, deduzida da taxa de rescisão e todos os encargos, devidamente justificados. A Fundação efetuará todas as diligências possíveis para minimizar os custos de cancelamento, nomeadamente os causados por doença. 
 
CONDIÇÕES DE CANCELAMENTO DE RESERVA (Viagens Internacionais e Ilhas)
- Até 60 dias antes da data da partida: €10 (taxa de reserva);
- Entre 59 e 46 dias antes da data da partida: 25% do valor por pessoa
- Entre 45 e 20 dias antes da data da partida: 70% do valor por pessoa
- Menos de 19 dias antes data da partida, incluindo a não comparência: perda total, deduzido de possíveis custos reembolsáveis;
 
DOCUMENTAÇÃO
Os participantes deverão possuir toda a sua documentação pessoal regularizada (B.I., cartão de cidadão ou passaporte, com validade mínima exigida, alguns países exigem passaportes com validade mínima de 6 meses, autorizações para menores, vistos de entrada, certificados de vacinas ou outros exigidos). Cédulas ou assentos de nascimento não são válidas como documento de viagem. A INATEL declina qualquer responsabilidade pelo impedimento de participação na viagem por apresentação de documentos inválidos ou esquecimento, bem como outras razões de ordem particular, sendo por conta do participante qualquer gasto que daqui possa decorrer. Em viagens na UE, para obtenção de assistência médica, cada participante deverá ser portador do Cartão Europeu de Seguro de Doença. Os nacionais de países estrangeiros devem consultar informação especifica quanto à documentação necessária para a realização da viagem junto das embaixadas/consulados dos países de origem.  
 
PREÇO
Os preços mencionados são válidos para associados INATEL. Para não associados, acresce uma taxa de 20 € por pessoa.
 
ALTERAÇÃO AO PREÇO
Os preços constantes do programa, incluindo taxas de aeroporto e portuárias, estão baseados nos custos dos serviços e câmbios vigentes à data de impressão, pelo que estão sujeitos a alterações nos termos legais (aumento ou redução de preço) que resultem de variações no custo dos transportes ou do combustível, impostos, taxas e flutuações cambiais, até 20 dias antes da data da viagem. 
 
OUTRAS CONDIÇÕES
Passagens aéreas: após emitidas, não são passíveis de alteração e reembolso;
Os horários de voos estão sujeitos a reconfirmação. É da responsabilidade do cliente a verificação dos horários da sua viagem;
A ordem do percurso do programa pode ser alterada e qualquer dos hotéis previstos pode ser substituído por outro de categoria similar. A categoria dos hotéis mencionada é determinada pela legislação do país de acolhimento;
Os preços constantes dos programas estão sujeitos a alterações de acordo com a lei. Sempre que se verifique uma alteração ao preço, o participante será imediatamente informado e convidado a, dentro do prazo que lhe for fixado, aceitar o aumento verificado ou anular a sua inscrição;
Caso não seja atingido o número mínimo de participantes exigido, a Fundação INATEL, poderá cancelar a viagem, nos termos da lei, notificando o participante, com pelo menos, 48 horas, 7 ou 20 dias de antecedência, dependendo da duração da viagem;
Horários e Nº de Lugar: é da exclusiva responsabilidade dos participantes a falta de pontualidade a todas as horas de partida; os horários indicados nos programas são aproximados, ressalvando-se quaisquer atrasos por motivos alheios; A numeração atribuída no recibo entregue ao participante poderá não se revestir de carácter fixo, podendo existir rotatividade de lugares;
O tratamento dos dados pessoais dos clientes é realizado no estrito cumprimento da legislação de proteção de dados pessoais nos termos da lei. Para mais informação consultar o portal INATEL www.inatel.pt sobre politica de privacidade.
Nos termos da Lei n.º 144/2015 de 8 de setembro, informamos que o cliente poderá recorrer às seguintes Entidades de Resolução Alternativa de Litígios de Consumo:
a) Provedor da Fundação INATEL;
b) Comissão Arbitral do Turismo de Portugal em www.turismodeportugal.pt;
c) Ou a qualquer uma das entidades devidamente indicadas na lista disponibilizada pela Direção Geral do Consumidor em http://www.consumidor.pt.
 
O presente resumo de condições gerais não dispensa a leitura atenta das condições gerais na íntegra, mencionados na brochura INATEL e Portal de Viagens.
 
Para outras informações, consultar as Condições Gerais INATEL e/ou o programa detalhado da viagem.